Israel: o Relógio de Deus

Ossos Secos

O que fora outrora uma terra de onde fluíam leite e mel, era agora uma terra seca, nua e desolada. Um cemitério de coisas passadas, uma terra esperando por um milagre.

A Visão de Ezequiel...

A mão do SENHOR estava sobre mim, e Ele me levou pelo Espírito do SENHOR e me colocou no meio de um vale; ele estava cheio de ossos. Ele me guiou por entre eles, e eu vi um monte de ossos no chão do vale, ossos que estavam muito secos. Ele me perguntou, “Filho do homem, podem esses ossos ter vida?” E eu disse, “Oh, SENHOR Soberano, somente Tu o sabes.” Então Ele me disse, “Profetiza a esses ossos e dize-lhes, ‘Ossos secos, ouçam a palavra do SENHOR! Isso é o que o SENHOR Soberano diz a esses ossos: Eu farei o fôlego entrar em vós, e vós vivereis. Eu vos darei tendões e porei carne sobre vós e vos cobrirei com pele; Eu vos darei fôlego, e vivereis. Então sabereis que Eu sou o SENHOR.’” Então, eu profetizei como me fora ordenado. E, enquanto eu profetizava, houve um barulho, um som de ossos se batendo, e os ossos se uniram, osso com osso. Enquanto eu olhava surgiram tendões e carne sobre eles, e pele os cobriu, mas não havia fôlego neles. Então, Ele me disse, “Profetiza ao fôlego; profetiza, filho do homem, e diga-lhe, ‘Isso é o que o SENHOR Soberano diz: Venha dos quatro ventos, oh fôlego, e sopra nesse defuntos, para que vivam.’” Assim eu profetizei como me ordenou, e o fôlego entrou neles; eles viveram e se colocaram sobre seus pés – um vasto exército. Então Ele me falou: “Filho do homem, esses ossos são toda a casa de Israel. Eles dizem, ‘Nossos ossos estão secos e nossa esperança se foi; nós fomos cortados.’ Portanto, profetiza e dize a eles: ‘Eis o que diz o SENHOR Soberano: Oh meu povo, Eu abrirei as vossas sepulturas e vos tirarei delas; Eu vos trarei de volta à terra de Israel. Então vós, meu povo, sabereis que Eu sou o SENHOR, quando Eu abrir as vossas sepulturas e vos tirar delas. Eu porei o meu Espírito em vós e vós vivereis, e Eu vos estabelecerei em vossa própria terra. Então saberei que Eu o SENHOR falei, Eu o fiz, declara o SENHOR.’” Ezequiel 37.1-14 (tradução livre da versão Inglesa Atualizada).

A Reunião, Um Milagre dos Dias Modernos

O Renascimento de Uma Nação

Deus lentamente começo a cumprir a visão de Ezequiel, de toda a terra os Judeus começaram a voltar para a terra prometida. Deus soprou novo espírito e vida nos Judeus. Em 14 de maio de 1948, exatamente 2.520 anos desde o fim do cativeiro Babilônico, os Judeus chocaram o mundo. Eles proclamaram a independência do renascido Estado de Israel, mesmo enquanto seis nações Árabes simultaneamente se preparavam para invadir o pequeno país e destruí-lo ao nascer. Em um súbito e não provocado golpe, os exércitos da Síria, Líbano, Egito, Iraque, Jordânia e forças voluntárias da Arábia Saudita, se lançaram sobre Israel. Era Davi contra Golias novamente. Para qualquer observador inteligente era óbvio que os Árabes fariam um trabalho rápido contra os menos preparados e menos armados Judeus. Seria necessário um milagre para Israel sobreviver.

Deus No Negócio dos Milagres

Pela Graça de Deus, despreparados e desequipados Israelitas foram vencedores. Humanamente falando, não há como explicar o bem treinado, pesadamente equipado exército Muçulmano que os sobrepujava em dez por um. A restauração de Israel é um milagre moderno de todas as formas. Sua contínua sobrevivência é um milagre ainda maior. Nunca na história tal coisa aconteceu. De estar espalhados sobre a terra por mais de 2.500 anos eles retornaram para o pedaço original de propriedade que Deus lhes havia prometido. Incrivelmente, sua cultura, costumes, leis religiosas e de dieta permaneceram intactos. E apesar de terem vivido sob condições terríveis em terras que não lhes pertenciam, um senso de nacionalismo sobreviveu em seus corações.

Uma Língua Morta Revive

Cumprindo as palavras do profeta Sofonias, mesmo a língua Hebraica, uma língua morta mesmo antes da ocupação Romana, é a língua oficial de Israel hoje. “ Porque então darei uma linguagem pura aos povos, para que todos invoquem o nome do SENHOR, para que o sirvam com um mesmo consenso. ” Sofonias 3.9 O Hebraico prosaico e profissional, foi restaurado pelo estudioso Judeu Ben Yehuda no começo do século 20, mas não substituiu o Yiddish até 1948.

Tic... Tac... Tic... Tac...

Com a restauração de Israel em 14 de maio de 1948, Deus ligou o relógio profético novamente. Quando a Estrela de seis pontas de Davi acendeu sobre a recém-estabelecida nação de Israel, a contagem regressiva para o fim da era atual começou. “ Aprendei, pois, esta parábola da figueira: Quando já os seus ramos se tornam tenros e brotam folhas, sabeis que está próximo o verão. Igualmente, quando virdes todas estas coisas, sabei que ele está próximo, às portas. Em verdade vos digo que não passará esta geração sem que todas estas coisas aconteçam. O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar. ” Mateus 24.32-35 Na parábola da figueira, nos é mandado aprender sobre o tempo em geral logo antes do retorno de Jesus Cristo. Nós somos a geração que viu e testemunhou o renascimento de Israel.

Sem Engano

Não pode haver engano. O renascimento de Israel é o sinal chave ao redor do qual todos os outros sinais proféticos começam a aparecer. Nunca antes esse explicitamente predito evento apareceu na história. E não pode ser desfeito, Israel não pode deixar de ser uma nação, eles não podem para de falar Hebraico novamente. Em outras palavras, uma vez que o renascimento de Israel foi posto em movimento, todos os outros eventos preditos se encaixam em seus lugares, e, todos eles levam a uma conclusão final. A Segunda Vinda de Cristo!