Gogue e Magogue

A Invasão

“Prepara-te, e dispõe-te, tu e todas as multidões do teu povo que se reuniram a ti, e serve-lhes tu de guarda.” Ezequiel 38.7

Magogue (Rússia) deverá ser tanto o líder quanto o provedor. Não é coincidência que a Rússia seja hoje o maior fornecedor de armas e tecnologia para os mesmos aliados listados.

“Depois de muitos dias serás visitado. No fim dos anos virás à terra que se recuperou da espada, e que foi congregada dentre muitos povos, junto aos montes de Israel, que sempre se faziam desertos; mas aquela terra foi tirada dentre as nações, e todas elas habitarão seguramente.” Ezequiel 38.8

Magogue (Rússia) liderará a invasão contra Israel. Após estarem dispersados por mais de 2.000 anos, Deus, miraculosamente, reuniu o povo de volta à sua terra prometida, assim como a Bíblia predisse. (veja Israel – O Relógio de Deus)

“Então subirás, virás como uma tempestade, far-te-ás como uma nuvem para cobrir a terra, tu e todas as tuas tropas, e muitos povos contigo.” Ezequiel 38.9

Todos os aliados de Magogue são Islâmicos e estão unidos em seu ódio por Israel. Estarão unidos em sua negação comum à existência de Israel como nação e no compromisso com sua total aniquilação.

“Assim diz o Senhor Deus: E acontecerá naquele dia que subirão palavras no teu coração, e maquinarás um mau desígnio, E dirás: Subirei contra a terra das aldeias não muradas; virei contra os que estão em repouso, que habitam seguros; todos eles habitam sem muro, e não têm ferrolhos nem portas;” Ezequiel 38.10-11

Hoje, Israel não está vivendo uma vida pacífica. Cada Israelense tem que estar constantemente alerta e preparado para um ataque ou ato terrorista. Isso indica que no tempo da invasão de Magogue, eles estarão vivendo sob algum tipo de acordo de paz. Estarão vivendo sob um falso senso de segurança – Israel baixará sua guarda.

“A fim de tomar o despojo, e para arrebatar a presa, e tornar a tua mão contra as terras desertas que agora se acham habitadas, e contra o povo que se congregou dentre as nações, o qual adquiriu gado e bens, e habita no meio da terra.” Ezequiel 38.12

Há somente cerca de 50 anos atrás, Israel era um deserto devastado, você teria que andar quilômetros só para ver uma árvore. Agora é conhecida como “A Fruteira da Europa”. Um país com cerca do tamanho de Sergipe, é hoje o quarto maior exportador de frutas no mundo.

“Sebá e Dedã, e os mercadores de Társis, e todos os seus leõezinhos te dirão: Vens tu para tomar o despojo? Ajuntaste a tua multidão para arrebatar a tua presa? Para levar a prata e o ouro, para tomar o gado e os bens, para saquear o grande despojo?” Ezequiel 38.13

Sheba e Dedan eram cidades no que hoje é a Arábia Saudita. Elas não eram parte da invasão, mas questionam o motivo da invasão. A Arábia Saudita está temerosa de um ataque pelo Iran, o Iran deseja controlar todo o Islam. Atacando a Arábia Saudita, eles não somente teriam todo o petróleo, mas também ganhariam o controle de Mecca. Assim, controlariamMecca e Medina, os dois locais mais sagrados em todo o Islam. Não admira que Sheba e Dedan estejam evitando se juntar a essa invasão.

Quem é Társis? Tarshish (Társis) aparece primariamente com um dos filhos de Javan, irmão de Magogue, ambos filhos de Jafé (I Crônicas 1.7). As Escrituras identificam claramente Tarshish como uma distante ilha mercante à distância de três anos. Jonas, ao fugir de seu chamado a Nínive, embarcou em um navio para Társis. Ainda que isso não seja concreto, a maioria dos estudiosos da Bíblia crê que as Ilhas Britânicas sejam a Társis dos dias de hoje. Társis era conhecida como fonte de estanho. Britannia significa fonte de estanho. O povo de Wessex já tirava proveito de negócios com o Oriente do Mediterrâneo por volta de 1.500 a.C. Alguns até mesmo sugerem que os “jovens leões” associados com Társis são as colônias fundadas pelos Britânicos. Isso incluiria os Estados Unidos. Israel é aliado dos EUA. Poderia alguma coisa acontecer aos EUA que evitasse que eles corressem para o lado de Israel?

“Portanto, profetiza, ó filho do homem, e dize a Gogue: Assim diz o Senhor Deus: Porventura não o saberás naquele dia, quando o meu povo Israel habitar em segurança? Virás, pois, do teu lugar, do extremo norte, tu e muitos povos contigo, montados todos a cavalo, grande ajuntamento, e exército poderoso,” Ezequiel 38.14-15

O extremo norte é literalmente “as mais distantes” partes do norte. Qualquer mapa mostrará que a Rússia está bem ao norte de Israel. A referência aos cavalos, vem da palavra Hebraica “em>soos”, que significa “saltador”. Também pode ser traduzida como “pássaro” ou “carroceiro”. Ezequiel deu seu melhor ao tentar descrever um exército armado moderno. O principal tanque de guerra de Israel é o Merkeva, ou “Carruagem”.

“E subirás contra o meu povo Israel, como uma nuvem, para cobrir a terra. Nos últimos dias sucederá que hei de trazer-te contra a minha terra, para que os gentios me conheçam a mim, quando eu me houver santificado em ti, ó Gogue, diante dos seus olhos.” Ezequiel 38.16

Lei atentamente o que Deus diz, a invasão de Magogue se dará contra o povo de Deus e contra a terra de Deus. A terra não pertence a Israel ou aos Palestinos, mas somente a Deus. Não sei quanto a você, mas eu estou apostando em Deus!

“Assim diz o Senhor Deus: Não és tu aquele de quem eu disse nos dias antigos, por intermédio dos meus servos, os profetas de Israel, os quais naqueles dias profetizaram largos anos, que te traria contra eles? Sucederá, porém, naquele dia, no dia em que vier Gogue contra a terra de Israel, diz o Senhor Deus, que a minha indignação subirá à minha face.” Ezequiel 38.17-18

Deus não apresenta nenhuma surpresa. Ele dá a todos suficientes advertências. Através de Seus profetas, temos sabido da invasão de Magogue por cerca de 2.500 anos. Deus intervirá, não porque Israel mereça Sua ajuda, mas porque Sua reputação está em jogo! Magogue está atirando areia na face de Deus, Deus diz “já chega!”

“Porque disse no meu zelo, no fogo do meu furor, que, certamente, naquele dia haverá grande tremor sobre a terra de Israel; De tal modo que tremerão diante da minha face os peixes do mar, e as aves do céu, e os animais do campo, e todos os répteis que se arrastam sobre a terra, e todos os homens que estão sobre a face da terra; e os montes serão deitados abaixo, e os precipícios se desfarão, e todos os muros desabarão por terra.” Ezequiel 38.19-20

Já tivemos alguns terremotos ruins, mas nada se compara ao terremoto descrito acima. O mundo inteiro sentirá esse terremoto, e todo o mundo saberá que a mão de Deus está por trás dele.

“Porque chamarei contra ele a espada sobre todos os meus montes, diz o Senhor Deus; a espada de cada um se voltará contra seu irmão. E contenderei com ele por meio da peste e do sangue; e uma chuva inundante, e grandes pedras de saraiva, fogo, e enxofre farei chover sobre ele, e sobre as suas tropas, e sobre os muitos povos que estiverem com ele.” Ezequiel 38.21-22

Isso pode ser literalmente Deus derramando fogo sobre Magogue, ou pode ser nuclear. Israel possui tecnologia nuclear e de nêutrons. Se forçados, utilizarão todos os meios para se proteger. Ou, simplesmente usarão a “opção de Sansão”, e tentarão levar todos com eles se sentirem que não têm outra opção. Um terremoto dessa magnitude poderia liberar o caminho para Israel construir seu Terceiro Templo e a batalha poderia inaugurar o reino do Anticristo.