O Cenário da Lua de Sangue

Uma perspectiva por Jack Kelley - www.gracethrufaith.com

Há um vídeo atualmente na web, promovido por um bem conhecido website de profecias, que um punhado de vocês tem enviado links ou perguntado sobre ele ou ambos. Eis a minha resposta.

Esse vídeo mostra o resultado de traçar os eclipeses do sol e da lua e compará-los com as Festas Levíticas, e nota que o único momento neste século quando 4 eclipeses lunares totais, conhecidos como tetrade, coincidirão tanto com a Páscoa (Pesach)  quanto com a Festa dos Tabernáculos se dará nos anos 2014-2015. Eclipses lunares também são conhecidos como "luas de sanguse" porque a lua freqüentemente se torna vermelha durante um eclipse.

Também haverão 2 eclipses solares durante esse período. Na primavera de 2015 o ano religiosoIsraelense começará com um eclipse total do sol seguido, duas semanas depois, por um eclipse total da lua na Páscoa (Pesach). E então, seis meses depois a seqüência se repetirá com um segundo eclipse solar em Rosh Hashanna seguido, duas semanas depois, por outro eclipse total da lua na Festa dos Tabernáculos, tudo em 2015.

A última vez que algo assim ocorreu foi em 1967, quando Jerusalém se tornou novamente uma cidade Judia não dividida, e antes disso houve várias ocorrências durante os anos 1948-50, quando Israel estava se tornando uma nação. Não houve nenhuma ocorrência sequer nos anos 1800, 1700, 1600, e nenhuma em 1500 que coincidisse com Dias Festivos Judaicos.

O Que Isso Significa?
A conclusão sendo tirada disso pelo produtor do vídeo é que 2015 é o ano mais provável para a 2ª vinda do Senhor em todo o Século 21, e o outono (hemisfério norte - primavera no hemisfério sul) é o melhor momento naquele ano.

Entendidos em profecia de toda parte estão todos caindo uns sobre os outros para entrar nessa . Mas na correria da emoção que legitimamente acompanhao pensamento sobre o eminente retorno do Senhor, muitos estão ignorando uma ferramenta para avaliar onde estamos nos tempos do fim que eu apresentei inicialmente em minha série intitulada "Sete Coisas que Você Precisa Saber para Entender a Profecia dos Tempos do Fim". É uma ferramenta de gestão de negócios chamada agenda reversa (Você pode ter acesso à séria em nossa home page).

Alegações sensacionalistas como a que é feita nesse vídeo podem resultar em real confusão se você não conhece a seqüência na qual os principais eventos dos Tempos do Fim ocorrerão. Na verdade, a ordem deles é muito lógica e, uma vez que a aprenda, você pensará porque não viu isso antes. A melhor maneira de descobrir isso é executar o que o mundo dos negócios às vezes chama de exercício de agenda reversa. Ele envolve ir até o final de um processo e identificar seu resultado final. Então você lista em ordem reversa todas as coisas que têm que acontecer para produzir aquele resultado, voltando em direção ao presente. É mais simples do que parece, e muito mais simples em profecia do que nos negócios, porque existem muito menos eventos para organizar. É assim que se faz.

Todos pensamos na Eternidade como o resultado final assim, começar do final e trabalhar para trás significa que começamos lá. Mas o último evento principal descrito a qualquer nível de detalhe na Bíblia é a Era do Reino ou Milênio, o reino de 1000 anos do Senhor na terra, o qual se distingue e precede a Eternidade. Simplificando, a Eternidade não pode começar até que o Milênio termine.

O Milênio obviamente não pode começar até a Segunda Vinda, porque é quando o Senhor retorna para estabelecê-lo. E a Segunda Vinda não pode ocorrer até o final da Grande Tribulação. E isso não pode ocorrer até que o Anticristo se coloque no Templo em Israel se declarando Deus (2 Tes 2:4). Esse é o evento que Jesus advertil que Israel procure como a salva de abertura da Grande Tribulação. Ele o chamou de "Abominação da Desolação" em Mat 24:15-21.

Mas isso não pode acontecer até que haja um Templo. Não existem um Templo em Israle desde 70 AD e não haverá um até que os Judeus resolvam que precisam de um. Isso não ocorrerá até que Deus reinstale seu relacionamento do Antigo Concerto , sinalizando o início da 70ª semana de Daniel E isso não pode ocorrer até que a Batalha de Ezequiel 38-39 seja vencida, pois é a batalha de Ezequiel que oficialmente atrai os Judeus de volta para Deus (Eze 39:22). E isso não pode ocorrer até que a Igreja se vá, porque a Igreja e Israel são mutuamente exclusivos para Ele (Rom 11:25 e Atos 15:13-18). E isso nos traz ao presente, pois não há nenhum evento precedente ao Arrebatamento da Igreja. Isto pode acontecer a qualquer momento.

Utilizando essa ferramenta de agendamento podemos ver que como os eventos dos tempos do fim estão determinados a ocorrer, e o único cuja cronologia é especulativa e o Arrebatamento. Alguns argumentam que existem dúvidas sobre a cronologia da Batalha de Ezequiel 38, mas eu acho que a Bíblia é bastante clara ao dizer que a batalha de Ezequiel 38 é o chamada a acordar para Israel a fim de iniciar a 70ª semamna de Daniel. É o evento que traz Israel de volta ao concerto com Deus, exigindo que um Templo seja construído. A 70ª semana de Daniel tem por definição a duração de sete anos. A última metade é a Grande Tribulação, depois da qual o Senhor voltará.

Qual é o Ponto?
Isso me traz ao meu ponto, e para fazê-lo, usarei a ferramenta da agenda reversa novamente. A fim de que o Senhor retorne no outono de 2015, a 70ª semana de Daniel terá que começar no outono de 2008, uns poucos meses a partir de hoje. Isso significa que até o final do verão a Batalha de Ezequiel 38 terá aconteciso, e Deus terá que reapresentar-Se para Israel, trazendo-os de volta para o relacionamento da Antiga Aliança que resulta em o Judaísmo Bíblico se tornar a religião nacional oficial de Israel. E o Anticristo terá que aparecer e ganhar poder suficiente para ajudar Israel a negociar um tratado de sete anos que inclui provisões para um Templo (Dan 9:27). Então há o assunto do arrebatamento da Igreja. Conquanto essa cronologia seja, é claro, possível para Deus, fazer todos esses eventos acontecerem neste verão seria um afastamento significativo do Seu modo de fazer as coisas. Na verdade, existem vários fatos interessantes que você deveria saber sobre este verão que o tornam uma possibilidade atrativa se você desconsiderar tudo que acabamos de cobrir. Israel celebrará seu 60º aniversário e ao mesmo tempo a população do mundo tem projeção de alcançar 6.666.666.666. O 1976º aniversário da Igreja também ocorrerá (Por causa de diferenças no calendário a maior parte da Igreja Ocidental o celebrará em 11 de maio, mas a data correta é 8-9 de junho).

Também, alguns especialistas militares dizem que junho será efetivamente o último momento neste ano em que Israel terá uma oportunidade para destruir a capacidade nuclear do Irã, um ataque que obviamente causará grande repercussão no Oriente Médio. A estação chuvosa do Irã começa em Julho tornando a visibilidade uma coisa incerta, e por volta de setembro as eleições presidenciais dos EUA estarão prontas para a sua corrida final para a nossa eleição em novembro. Muitos observadores crêem que a administração atual não concordará em permitir que uma tal distração interfira com o foco da América nas eleições neste outono. Adicionar estas coisas à mistura tem tentado muitos estudiosos de profecias a lançar fora todas as restrições e proclamar que o Dia do Senhor está às portas.

Espere Um Pouco Aí!
Mas antes de nos unirmos a eles, vamos olhar mais de perto. Todas as condições para Ezequiel 38 foram cumpridas? A maioria ds jogadores estão alinhados, a exceção ainda é a Turquia. Mas a Síria, não mencionada em Ezequiel 38, está bem no topo das coisas, aliada ao Irã e à Coréia do Norte em um novo eixo do mal focado contra Israel. Poderá Isaías 17 também acontecer neste verão?

E ainda tem o requisito de que Israel esteja vivendo em um estado de suposta paz para ser pego de surpresa em uma batalha até a morte (Eze 38:11). Se Israel for atrás das bombas nucleares do Irã no mês que vem, serão eles os que farão o ataque surpres. Poderia a retaliação certa do Irã ser de alguma forma chamada uma supresa inesperada que pegará Israel de guarda baixa? Eu acho que não.

Não, eu acho que muito mais provável que qualquer guerra neste verão entre Israel e os Muçulmanos resultará na destruição da Síria e terminará em uma paz falsa que estabelece as condições necessárias para que Ezequiel 38 aconteça algum tempo depois. E, apesar de minha especulação anterior sobre a reversão magnética polar em 2012 cumprir o 6º selo de Apo 6, eu tenho que admitir que o mais provável evento futuro que se encaixa na seqüência e que merece anúncio através de sinais nos céus em 2015 seria o início da 70ª semana de Daniel.

Se essas Luas de Sangue anteriores de fato anunciaram o renascimento da nação e a reunificação de Jerusalém como parece, então o próximo passo na jornada de Israel em direção ao Reino é sua reunião nacional com seu Criador. Esta é maneira como Ezequiel viu isso acontecer, e do meu ponto de vista é importante o suficiente para Deus para merecer um tal anúncio celestial. Afinal de contas, Ele tem esperado para trazê-los de volta por 2000 anos.

"VINDE, e tornemos ao Senhor, porque ele despedaçou, e nos sarará; feriu, e nos atará a ferida. Depois de dois dias nos dará a vida; ao terceiro dia nos ressuscitará, e viveremos diante dele."  (Oséias 6:1-2)

Graças a Deus, não demorará até que saibamos com certeza quem está certo e quem está errado. E não será necessário nenhuma ciência espacial para dizê-lo. Pois, se a 70ª semana de Daniel estiver determinada a começar em setembro, então os próximos poucos meses assombrarão o mundo em uma série de espantosos cumprimentos proféticos sem paralelos desde a crucificação e ressurreição do Senhor. Você quase pode ouvir os passos do Messias. 03-05-2008