O Anticristo e o Sr Obama, Parte 2

Artigo da Semana por Jack Kelley

O artigo da semana passada tornou-se rapidamente um dos mais amplamente lidos entre todos os que publiquei. Ele também gerou várias perguntas e algumas informações loucas que nunca havia ouvido antes. Entre elas estão trechos de fontes de notícias seculares contendo duas profecias não Bíblicas que oferecerei primeiro. Como ambas abriram questões retóricas, eu as organizei em nosso costumeiro formato de Perguntas e Respostas, porém exatamente como foram escritas. As perguntas restantes foram todas enviadas por leitores.

Duas Profecias Não Bíblicas
A primeira é bastante controversa e eu não ofereçonenhuma opinião quanto à sua validade, exceto que a recebi de várias fontes de notícias independentes. Fui capaz de confirmar que Johanwa Owalo era quem esta profecia diz que ele era e que aparentemente veio de um documento registrado em 1915. Aconselho os leitores a conduzirem suas próprias pesquisas antes de a aceitarem como autêntica.

"P. Barak Obama é o "Filho do Quênia" predito pelo grande Profeta Queniano do Século 19, Johanwa Owalo, fundador da Igreja Nomiya Luo do Quênia?

R. Entre o povo Queniano da religião Luo crê-se que Owalo foi um profeta similar a Jesus Cristo e Maomé, e que em 1912 fez esta terrível profecia sobre os Estados Unidos:

'Até aqui eles [os Estados Unidos] têm-se desgarrado para uma tal imoralidade nesses [futuros] tempos que sua destruição foi selada por meu [pai]. Suas grandes cidades queimarão, suas colheitas e gado sofrerão doenças e morte, suas crianças perecerão de doenças jamais vistas sobre a Terra e eu revelo a vocês o maior [mistério] de todos, como me foi permitido ver, que sua [dos Estados Unidos] destruição acontecerá através das mãos vingadoras de um dos nossos próprios filhos.'"

A próxima vem de um artigo da Forbes.com datado de 26-10-08 por Amir Taheri, autor de 10 livros sobre o Irã, o Oriente Médio e o Islã.

"P. Barak Obama é o "guerreiro prometido" que virá para ajudar o Imam oculto dos Muçulmanos Shiitas a conquistar o mundo?

R. Esta pergunta tem girado pelo Irã desde o mês passado, quando um website pro-governo publicou uma Hadith (ou tradição) de um texto Shiita do século 17. A tadição vem do Bahar al-Anvar (que significa Oceanos de Luz) pelo Mullah Majlisi, um magnífico compêndio de 132 volumes e a base do Islã Shiita moderno.

De acordo com a tradição, o Imam Ibn Abi-Talib (primo e afilhado do profeta) profetizou que no Final do Tempos e logo antes do retorno do Mahdi, o Salvador Definitivo, um "homem negro e alto assumirá as rédeas do governo no Ocidente." Comandando " o exército mais poderoso da terra," o novo governante do Ocidente trará um "sinal claro" do terceiro Imam, cujo nome era Hussein Ibn Ali. A tradição conclui: "Os Shiitas não devem duvidar de que ele está conosco."

Em uma curiosa coincidência o primeiro e segundo nomes de Obama - Barak Hussein - significam "a bênção de Hussein" em Árabe e Persa. Seu sobrenome, Obama, escrito no alfabeto Persa, lê-se O Ba Ma, que significa "ele está conosco," a fórmula mágica da tradição de Majlisi.

Conforme essas fontes seculares, parece que pessoas de várias origens crêem que um líder que se encaixa com a descrição do Sr. Obama poderá aparecer nos últimos dias, e que seu impacto não será bom para a América. O tempo dirá.

Perguntas Enviadas Pelos Leitores
Agora começaremos com as perguntas enviadas pelos nossos leitores. No interesse do tempo e espaço, eu as resumi em três perguntas básicas que falam das qualificações do Sr. Obama para ser o Anticristo.

P. Re: O povo do príncipe, que há de vir, destruirá a cidade e o santuário (Daniel 9:26) Como pode o Sr. Obama ser o cumprimento de Daniel 9:26 se ele nasceu no Havaí, ou no Quênia neste caso?

R. Quando Daniel escreveu essas palavras do Anjo Gabriel, os Babilônios estavam prestes a ser conquistados pelos Medos e Persas. Os Romanos ainda não entrariam em cena por várias centenas de anos, então Gabriel precisou de uma forma para identifdicá-los. Ele disse a Daniel que o líder vindouro viria do povo que destruiria a cidade e o santuário após a rejeição do Messias. O Templo Judeu e a Cidade de Jerusalém foram destruídos separadamente. O General Romano Tito Vespasiano liderou as tropas que queimaram o Templo e desmantelaram suas ruínas pedra por pedra em 68 ou 69 AD, dependendo de que relato você prefira. Ele o fez sob as ordens de seu pai Vespasiano que era o Imperador de Roma. Então, em 135 AD, outro Imperador Romano, Adriano, ordenou a completa destruição de Jerusalém em conseqüência da rebelião de bar Kochba. Esses dois eventos separados são testemunho de que Gabriel se referia aos Romanos. Juntos eles se adequam ao padrão de que uma questão tem que ser estabelecida pelo testemunho de 2 ou 3 testemunhas (Deut. 19:15).

Brittannia (Grã-Bretanha) foi primeiramente notada pelos Romanos em 55 AC e por volta de 43 AD havia sido assimilada pelo Império Romano, muito antes de a Cidade e o Santuário serem destruídos. Portanto o Império Romano daquele tempo se estendia da Grã-Bretanha no Oeste através do Sul da Europa e Norte da África até o Mar Cáspio e o Golfo Pérsico no Leste. Os Romanos chamavam o mar Mediterrâne de "Mare Nostrum" (nosso mar) porquê o Império Romano praticamente o rodeava.

A maioria dos estudantes de profecia concordam que quase qualquer um de descendência Meso-Oriental ou Européia se encaixaria na qualificação de Daniel 9:26 para ser o Anticristo, desde que ele também se torne um líder mundial. Eles dizem que isto é verdade até para muitos Americanos por causa de nosso status anterior de Colônia Britânica e do fato de que nosso país foi fundado em grande parte por Europeus cujos ancestrais viveram no Império Romano dos tempos Bíblicos.

O Sr. Obama é quase certamente de descendência Européia através de sua mãe, e aqueles que alegam ter feito a pesquisa dizem que do lado do seu pai ele muito mais Árabe do que Africano. De fato, o certificado de nascimento do Sr. Obama (pai) o identifica como Árabe. Dizem que a genealogia do Sr. Obama (filho) demonstra ser ele 50% Caucasiano, 43,75% Árabe e 6,25% Africano. E em uma interessante nota, A Grã-Bretanha é um dos países dos quais estão pedindo ao Sr. Obama que comprove não ser cidadão em pelo menos uma das ações que foram impetradas. Se ele nasceu no Quênia em 1961, provavelmente seria um cidadão Britânico, pois a independência do Quênia da Grã-Bretanha não aconteceu até 1963. Os tribunais da Suprema Corte revisarão uma dessas ações em 5 de dezembro de 2008 para determinar de querem ouvir argumentos verbais. Ainda não está claro para todos porque o Sr. Obama simplesmente não apresenta seu certificado de nascimento original e coloca um fim em toda essa especulação.

P. Como os soldados que destruíram o Templo são na verdade mercenários Assírios, e como Isaías mensiona um inimigo Assírio de Israel (Isaías 10:5), não significa que o Anticristo tem que ser Assírio? Isso não excluiria o Sr. Obama?

R. Em minha resposta acima, mostrei que o Anjo Gabriel devia estar se referindo ao Império Romano quando falou do povo que destruiria a cidade e o santuário. Lembre-se, foram dois eventos separados, quase 70 anos de diferença, e em ambas as vezes os soldados estavam sob comando Romano seguindo ordens Romanas. Também, o Império Assírio foi assimilado por Roma através de conquista territorial, assim, não existia presença oficial Assíria naquele tempo. E estivesse a passagem se refgerindo aos Assírios, Gabriel poderia simplesmente mencioná-los pelo nome, já que todos no tempo de Daniel sabiam deles.

Isaías 10:1-19 é um juizo contra a Assíria. A palavra Hebraica traduzida como Assírio no verso 5 é Asshur, o nome do segundo filho de Sem (Assur). Isso significa que é uma referência ao povo Assírio, os descendentes de Assur, não um indivíduo. Quando o Rei Assírio Senaqueribe conquistou Damasco e o Reino do Norte, seu exército estava trazendo o juizo de Deus contra o povo sem deus (verso 6). Mas quando puseram os olhes sobre Jerusalém (verso 11) eles excederam a intensão de Deus. Em uma noite Deus enviou um anjo da morte ao acampamento Assírio e pela manhã 185.000 soldados Assírios estavam mortos. Isaías comparou isto a um fogo queimando os espinheiros e sarças (versos 17-18). O restante dos Assírios voltou para casa em vergonha e mais tarde os próprios filhos de Senaqueribe o mataram (Isaías 37:36-38). Baseado nessas coisas, não estou convencido de que as Escrituras exijam que o Anticristo seja de descendência Assíria.

P. A Bíblia parece dizer que o Anticristo será assexuado. Como o Sr. Obama está alegrente casado e com duas filhas, por que isto não o excluiria?

R. Esta pergunta se refere a Daniel 11:37 que, na Versão ARA, diz:

E não terá respeito aos deuses de seus pais, nem ao amado das mulheres, nem a qualquer outro deus; pois sobre tudo se engrandecerá.

De acordo com a tradição, a frase "amado das mulheres" refere-se ao Messias, não à orientação sexual do Anticristo. Desde os tempos de Eva era o desejo de todas as mulheres Judias ser a mãe do Messias, assim um dos nomes informais do Messias era o "amado das mulhers" ou "o desejo das mulheres". Toda essa idéia se basea na frase "semente da mulher", uma referência ao redentor prometido de Gêneses 3:15. A idéia de que o Anticristo será assexuado não pode ser apoiada pelas Escrituras.

Qual é O Ponto de Tudo Isso?
O meu propósito neste estudo foi o de separar fato Bíblico de opinião humana no assunto do Anticristo, especificamente em apoio à minha alegação de que não há razão Bíblica para o Sr. Obama não poder ser u dia revelado como o Anticristo. A propósito, a maior parte dessa informação poderia ser usada para apoiar a opinião de que Bill Clinto, o Príncipe Charles, ou uma série de outras pessoas poderiam vir a ser o Anticristo, tão facilmente quanto Barak Obama, mas foi sobre ele que me perguntaram.

Na parte um deste estudo, eu disse que não acho que seja a hora de o Anticristo ser apresentado ainda, e que a Igreja não estará aqui quando ele for. Em 2 Tes. 2:1-8 Paulo deu um resumo dos eventos dos Tempos do Fim em seqüência. Uma leitura atenta revela que Paulo identifica três coisas específicas que terão que acontecer antes que o Dia do Senhor (Grande Tribulação) possa chegar. Terá que haver uma apostasia, uma rebelião contra a verdade. Isto é quando os crentes nominais serão retirados da Igreja para um dos vários movimentos apóstatas que temos visto aparecer em nosso meio. A força restritora que está detendo a o poder oculto da iniquidade também terá que ser retirado do caminho. Esta é o Espírito Santo contido na Igreja, uma referência ao Arrebatamento. O homem da iniquidade será revelado e se colocará no Templo de Deus proclamando ser Deus. Esta é a Abominação da Desolação que dá início à Grande Tribulação, e é então que o mundo saberá com certeza exatamente que é o Anticristo.

Para nós é suficiente saber que os sinais que apontam para o Fim dos Tempos estão aparecendo por todos os lados. Isto não está acontecendo para que possamos agachar e nos prepararmos para a tormenta. Está acontecendo para que possamos começar a fazer preparativos para a nossa partida. Quer sejam vários meses ou vários anos também é imaterial. Quanto mais cedo agirmos melhor preparados estaremos. Ninguém na Terra será capaz de lhe dizer antecipadamente quando partiremos. Não haverá nenhuma advertência específica. Em um momento estaremos aqui e no momento seguinte estaremos lá. Jesus disse que não saberemos  o dia e a hora, mas fez com que Paulo nos dissesse que não devemos ser pegos de surpresa. Estar previnido é estar pré-armado, dizem, e fomos previnidos. Você quase pode ouvir os passos do Messias. 22-11-2008