Os Tempos do Fim Segundo Isaías, Parte 12

Estudo Bíblico por Jack Kelley

Neste capítulo focalizaremos a Cidade Santa, e as mudanças que o Senhor trará a Sião. Incluídas entre elas estão vasta riqueza, luz eterna e um novo nome

Isaías 60. A Glória de Sião
"Levanta-te, resplandece, porque vem a tua luz, e a glória do Senhor vai nascendo sobre ti; Porque eis que as trevas cobriram a terra, e a escuridão os povos; mas sobre ti o Senhor virá surgindo, e a sua glória se verá sobre ti." (Isaías 60:1-2)

A palavra traduzida como trevas nesta passagem é a mesma de Gêneses 1:2, antes de Deus dizer "Haja luz." Ela também foi utilizada para descrever as trevas tão densas que podia ser sentida nas pragas do Egito (Êxodo 10:21). Ela tem propriedades tanto espirituais quanto físicas. O Senhor falou sobre isso no Sermão do Monte. Ele estava na verdade citando Isaías 13:10 ao falar sobre o tempo imediatamente depois do fim da Grande Tribulação. Mas, como você pode ver, a linguagem é quase idêntica.

"E, logo depois da aflição daqueles dias, 'o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e as potências dos céus serão abaladas.'"(Isto é mais do que estrelas cadentes. Poderes espirituais serão abalados quendo Ele retornar). "Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão o Filho do homem, vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória." (Mat. 24:29-30)

Isaías profetizou que a 2ª Vinda trará o alvorecer da mais importante Era de Israel. O tempo de separação causado por sua rejeição do Messias terá terminado com a sua aceitação. Ele é a Luz que os traz à vida. O mundo descrente lamentará, percebendo tarde demais que estiveram errados a respeito de tudo, e permanescerá em trevas para sempre. Apesar de Isaías ter dirigido este capítulo à Cidade Santa, as bênçãos recairão sobre Israel como um todo.

"E os gentios caminharão à tua luz, e os reis ao resplendor que te nasceu. Levanta em redor os teus olhos, e vê; todos estes já se ajuntaram, e vêm a ti; teus filhos virão de longe, e tuas filhas serão criadas ao teu lado. Então o verás, e serás iluminado, e o teu coração estremecerá e se alargará; porque a abundância do mar se tornará a ti, e as riquezas dos gentios virão a ti." (Isaías 60:3-5)

Como aprendemos em um capítulo anterior, o mundo gentio fará homenagem a Israel. E ela será expressa de formas muito mais tangíveis do que simplesmente estender uma mão amiga aos que retornam. Como veremos o ponto focal será a Cidade Santa, agora a Cidade da Luz em todos os sentidos

"A multidão de camelos te cobrirá, os dromedários de Midiã e Efá; todos virão de Sabá; ouro e incenso trarão, e publicarão os louvores do SENHOR." (Isaías 60:6)

Midiã, Efá e Sabá eram filhos e netos de Abraão e Quetura, a esposa que ele tomou após a morte de Sara (Gêneses 25:1-4). Esses nomes são todos associados com a Península Arábica. Como os Sábios da antiguidade eles trarão presentes valiosos quando vierem louvar o Senhor. Ouro é um presente para um Rei e incenso evoca imagens de sacerdócio. Note que a mirra não é mencionada aqui. Mirra e uma especiaria embalsamante e sua ausência indica que Deus nunca mais precisará morrer pelo homem. Seu sacrifício foi um evento de uma vez por todas (Hebreus 10:12)

"Todas as ovelhas de Quedar se congregarão a ti; os carneiros de Nebaiote te servirão; com agrado subirão ao meu altar, e eu glorificarei a casa da minha glória." (Isaías 60:7)

Quedar foi o 2º filho de Ismael, e Nebaiote foi o primogênito de Ismael. Talvez Quedar tenha sido mencionado primeiro por causa da maior prominência que ganharia como o patriarca da linhagem de Maomé. Em adição aos animais sacrificais para as ofertas do templo, alguns vêem os antigos seguidores de Maomé simbolizados aqui, prestando homenagem ao Deus de Israel e servindo-O.

"Quem são estes que vêm voando como nuvens, e como pombas às suas janelas? Certamente as ilhas me aguardarão, e primeiro os navios de Társis, para trazer teus filhos de longe, e com eles a sua prata e o seu ouro, para o nome do Senhor teu Deus, e para o Santo de Israel, porquanto ele te glorificou." (Isaías 60:8-9)

De todo o mundo a riqueza das nações será derramada na Cidade Santa, em honra ao Deus de Israel. Homens que anteriormente estavam desapercebidos serão despertados para a sua herança Judaica. O povo de Deus, uma vez tido como à beira da extinção, formará uma aparentemente infidável procissão para o seu lar ancestral na Sua Santa Cidade, como bandos de aves migratórias retonando às suas casas.

"E os filhos dos estrangeiros edificarão os teus muros, e os seus reis te servirão; porque no meu furor te feri, mas na minha benignidade tive misericórdia de ti. E as tuas portas estarão abertas de contínuo, nem de dia nem de noite se fecharão; para que tragam a ti as riquezas dos gentios, e, conduzidos com elas, os seus reis. Porque a nação e o reino que não te servirem perecerão; sim, essas nações serão de todo assoladas."

"A glória do Líbano virá a ti; a faia, o pinheiro, e o álamo conjuntamente, para ornarem o lugar do meu santuário, e glorificarei o lugar dos meus pés. Também virão a ti, inclinando-se, os filhos dos que te oprimiram; e prostrar-se-ão às plantas dos teus pés todos os que te desprezaram; e chamar-te-ão a cidade do Senhor, a Sião do Santo de Israel." (Isaías 60:10-14)

Ao chegar ao Templo Milenar no começo da Era do Reino, Deus dirá, "Este é o lugar do meu trono, e o lugar das plantas dos meus pés, onde habitarei no meio dos filhos de Israel para sempre." (Ezequiel 43:7) Israel será novamente proeminente entre as nações e a Santa Cidade não será somente a sua capita, será o lar eterno do Deus do Universo. As nações do mundo oferecerão seus serviços e trarão sua riqueza. Aqueles que têm sido os inimigos de sangue de Israel por centenas de gerações virão e se curvarão ao entrar na Cidade Santa.

"Em lugar de seres deixada, e odiada, de modo que ninguém passava por ti, far-te-ei uma excelência perpétua, um gozo de geração em geração. E mamarás o leite dos gentios, e alimentar-te-ás ao peito dos reis; e saberás que eu sou o Senhor, o teu Salvador, e o teu Redentor, o Poderoso de Jacó."

Por cobre trarei ouro, e por ferro trarei prata, e por madeira, bronze, e por pedras, ferro; e farei pacíficos os teus oficiais e justos os teus exatores.Nunca mais se ouvirá de violência na tua terra, desolação nem destruição nos teus termos; mas aos teus muros chamarás Salvação, e às tuas portas Louvor." (Isaías 60:15-18)

A Cidade Santa será a fonte de orgulho e alegria para todas as gerações do povo da Terra. Riqueza e favor serão acompanhados por paz e justiça, com a violência, a ruína e a destruição consignadas eternamente ao passado. Uma vez mais a palavra Hebraica traduzida com Salvação é Yeshua, mas neste caso a palavra para Louvor na verdade significa hino ou cântico de louvor. É absolutamente fascinante para mim que os muros e portões da Cidade Santa sejam modelados conforme a igreja evangélica contemporânea. A ênfase está em Jesus, expressada em cântico após cântico de louvor e adoração

"Nunca mais te servirá o sol para luz do dia nem com o seu resplendor a lua te iluminará; mas o Senhor será a tua luz perpétua, e o teu Deus a tua glória. Nunca mais se porá o teu sol, nem a tua lua minguará; porque o Senhor será a tua luz perpétua, e os dias do teu luto findarão." (Isaías 60:19-20)

As promessas aqui são similares àquelas dadas à Igreja. Nenhum deles precisará da luz do Sol ou da Lua. Como o Cordeiro é a luz da Nova Jerusalém (Apo. 21:23), o Pai é a eterna luz de Israel. E a Glória de Deus ilumina a ambos.

"E todos os do teu povo serão justos, para sempre herdarão a terra; serão renovos por mim plantados, obra das minhas mãos, para que eu seja glorificado. O menor virá a ser mil, e o mínimo uma nação forte; eu, o Senhor, ao seu tempo o farei prontamente." (Isaías 60:21)

A porção total da Terra Prometida será o lar de Israel para sempre, e eles se espalharão a partir de lá para fundar outras nações. Esta é uma promessa do Senhor.

Você deve ter notado que apesar de todo o capítulo ter sido dedicado à Cidade Santa, nem uma vez o nome Jerusalém foi mencionado. Dois capítulos mais à frente, Isaías explica isto.

Isaías 62. O Novo Nome de Sião
"POR amor de Sião não me calarei, e por amor de Jerusalém não me aquietarei, até que saia a sua justiça como um resplendor, e a sua salvação como uma tocha acesa.

"E os gentios verão a tua justiça, e todos os reis a tua glória; e chamar-te-ão por um nome novo, que a boca do Senhor designará. E serás uma coroa de glória na mão do Senhor, e um diadema real na mão do teu Deus."

"Nunca mais te chamarão: Desamparada, nem a tua terra se denominará jamais: Assolada; mas chamar-te-ão: O meu prazer está nela, e à tua terra: A casada; porque o Senhor se agrada de ti, e a tua terra se casará. Porque, como o jovem se casa com a virgem, assim teus filhos se casarão contigo; e como o noivo se alegra da noiva, assim se alegrará de ti o teu Deus." (Isaías 62:1-5)

A palavra Hephzibah significa "meu deleite está nela" e Beluah significa "casada". Mas esses não são os nomes oficiais da Cidade Santa. Para isso precisamos consultar Ezequiel novamente.

"E o nome da cidade desde aquele dia será: o Senhor está ali." (Ezequiel 48:35) Em Hebraico isto é JHVH (Jeová) Shammah, e significa que de todo o universo Deus terá escolhido viver entre o Seu povo na terra que prometeu a eles, na cidade que eles construíram para Ele.

De Volta ao Presente
Nos dias por vir nós provavelmente vejamos os mais intensos esforços para dividir a Terra Prometida. Existem indicações de que os EUA e a Europa exercerão uma pressão quase insuportável sobre o governo de Israel para que ceda. Lealdades estão mudando rapidamente. Parece que muito em breve os EUA convidarão publicamente o mundo Muçulmano para ajudar a forjar uma reconcilição global entre EUA e os Muçulmanos que deixará Israel abandonado. Um Estado Palestino será sua recompensa pela paz na região do Afeganistão e do Paquistão, e ao Irã será permitido produzir os componentes remanescentes para uma arma nuclear sob a promessa de que pararão antes de realmente montá-la. Israel não terá voz ativa nesse assunto.

A primeira vez que ouvi a frase "profecia em alta velocidade" foi de Hall Lindsey há alguns anos atrás. Ele estava falando sobre o que aconteceria se os EUA abandonassem Israel. Mais e mais comentaristas a estão usando em referência aos dias logo à frente. Todos ouvimos a ordem do Senhor em Salmos 122:6."Orai pela paz de Jerusalém; prosperarão aqueles que te amam." É mais importante fazê-lo agora do que nunca.

Fechamos este capítulo com a versão de Isaías da ordem do Senhor:

"Ó vós, os que fazeis lembrar ao Senhor, não haja descanso em vós, nem deis a ele descanso, até que confirme, e até que ponha a Jerusalém por louvor na terra." (Isaías 62:6-7)

Na forma mais literal desse mandamento estamos sendo ordenados a não ficarmos calados sobre isso em nossas orações, mas a fazer uma súplica constante e não dar ao Senhor paz e tranquilidade até que Ele o realize. É fácil ficar com o coração cansado ao vermos a forma como as coisas estão indo no mundo hoje. Nossa defesa contra isso é a oração. Contante, urgente, fervororosa oração. 03-28-09