Os Tempos do Fim Segundo Isaías, Parte 13

Estudo Bíblico por Jack Kelley

É hora de fecharmos o nosso estudo. Vamos fazê-lo com passagens bem conhecidas de Isaías 63, 65 e 66. No começo eu adverti de que isto levaria um tempo, e levou. 13 semanas para ser exato. O final não o desapontará.

Isaías 63:1-6. O Dias da Vingança e da Redenção de Deus
Quem é este, que vem de Edom, de Bozra, com vestes tintas; este que é glorioso em sua vestidura, que marcha com a sua grande força?

"Eu, que falo em justiça, poderoso para salvar."

Por que está vermelha a tua vestidura, e as tuas roupas como as daquele que pisa no lagar?

"Eu sozinho pisei no lagar, e dos povos ninguém houve comigo; e os pisei na minha ira, e os esmaguei no meu furor; e o seu sangue salpicou as minhas vestes, e manchei toda a minha vestidura. Porque o dia da vingança estava no meu coração; e o ano dos meus remidos é chegado.

E olhei, e não havia quem me ajudasse; e admirei-me de não haver quem me sustivesse, por isso o meu braço me trouxe a salvação, e o meu furor me susteve. E atropelei os povos na minha ira, e os embriaguei no meu furor; e a sua força derrubei por terra." (Isaías 63:1-6)

Olhando para o Leste, Isaías viu com os olhos da mente uma poderosa figura caminhando resolutamente em direção à Cidade Santa. Ele interpelou a figura, e a resposta somente poderia ter vindo do Senhor. Quem mais fala de justiça? Quem mais é forte o suficiente para nos salvar?

Ainda assin, suas vestes estão obviamente manchadas de vermelho como se alguem as tivesse mergulhado em vinho. É o sangue de Seus inimigos. Sozinho contra eles Ele os derrotou a todos, levado pela ira que Ele manteve restrita por tanto tempo, agora liberada em sua força total.

João também O viu, e O descreveu desta forma:
E os seus olhos eram como chama de fogo; e sobre a sua cabeça havia muitos diademas; e tinha um nome escrito, que ninguém sabia senão ele mesmo. E estava vestido de uma veste salpicada de sangue; e o nome pelo qual se chama é a Palavra de Deus. (Apo. 19:12-13)

Hoje, Edom é chamado de Jordania e Bozra fica a cerca de 40 Km a leste da parte sul do Mar Morto. Seu nome Grego é Petra, e será o refúgio do remanescente crente de Israel. Dois mil anos atrás o Senhor Jesus os advertiu a fugirem para as montanhas assim que soubessem da Abominação da Desolação (Mat. 24:15). Quando isso acontecer, Ele os levará para lá, come se nas asas de uma águia (Apo. 12:14). Ele os protegerá por 3 anos e meio, e derrotará as forças inimigas arregimentadas contra eles.

Isaías 65:17-25. Novos Céus e Nova Terra
"Porque, eis que eu crio novos céus e nova terra; e não haverá mais lembrança das coisas passadas, nem mais se recordarão." (Isaías 65:17)

João utiliza este verso para abrir Apocalipse 21 e, por causa de um mal-entendido, as pessoas aceitaram por séculos que se aplica à Eternidade. Elas ignoraram dois detalhes que em minha opinião colocam Apo. 21 - 22:6 no começo do Milênio, não no final.

O primeiro detalhe é que o contexto de Isaías 65:17-25 é claramente Milenial. As pessoas estão vivendo e morrendo, o tempo está sendo medido e os efeitos do pecado ainda são evidentes em suas vidas. A frase "novos céus e nova terra" tem a inteção de nos mostrar que todos os efeitos da maldição foram removidos, e a criação foi restaurada à sua condição original, tanto fisica quanto espiritualmente. (Jesus falou desse tempo, chamando-o de restauração de todas as coisas, em Mat. 19:28.) E o segundo é que Apo. 20:7-15 é o que chamaríamos de inserção entre parêntesis que João utilizou para revelar o destino definitivo de Satanás e de todos os descrentes da humanidade enquanto estava no assunto da segunda morte.

Por puco tempo, no final do Milênio Satanás será libertado de seu aprisionamento de 1000 anos e irá montar uma rebelião final que será imediatamente esmagada. Ele será lançado no Lago de Fogo para juntar-se ao Anticristo e o falso profeta que já estarão lá (Apo. 19:20). Então os mortos não salvos de todos os tempos serão ressuscitados para o julgamento, e serão lançados no Lago de Fogo. Como que para provar seu ponto, João conclui a passagem dizendo que o Lago de Fogo á a segunda morte.

Então ele começa Apo. 21com a citação de Isaías 65:17 para mostrar que iria voltar ao início do Milênio para dar detalhes do nosso lar, a Nova Jerusalém. Apo. 22:1-5 segue com um resumo de Ezequiel 47:1-12, que nos dá um vislumbre da vida na Era do Reino de Israel sobre a Terra. A Bíblia, que croniza a Era do Homem, termina ao final do Milênio e não oferece nenhuma descrição específica da Eternidade. Ela somente diz que há uma.

"E não haverá mais lembrança das coisas passadas, nem mais se recordarão."

Aqui está a promessa de Deus de que além de tornar novas todas as coisas na criação, toda a miséria e sofrimento desta era serão apagados de suas mentes, juntamente com as lembranças da perda de amados que se recusaram a crer na verdade e serem salvos. Qualquer coisa que careguem em suas mentes que possa impedir o fluxo constante de paz e alegria em suas vidas será retirada. É um pouco com um software infectado por um vírus sendo apagado e então reinstalado para funcionar da forma com que foi originalmente desenhado (Isso já terá acontecido a nós, no Arrebatamento).

Vamos agora ler o restante da passagem e ver como Isaías viu a vida na Terra na Era do Reino de Israel.

Mas vós folgareis e exultareis perpetuamente no que eu crio; porque eis que crio para Jerusalém uma alegria, e para o seu povo gozo. E exultarei em Jerusalém, e me alegrarei no meu povo; e nunca mais se ouvirá nela voz de choro nem voz de clamor.

"Não haverá mais nela criança de poucos dias, nem velho que não cumpra os seus dias; porque o menino morrerá de cem anos; porém o pecador de cem anos será amaldiçoado.

E edificarão casas, e as habitarão; e plantarão vinhas, e comerão o seu fruto. Não edificarão para que outros habitem; não plantarão para que outros comam; porque os dias do meu povo serão como os dias da árvore, e os meus eleitos gozarão das obras das suas mãos.

Não trabalharão debalde, nem terão filhos para a perturbação; porque são a posteridade bendita do Senhor, e os seus descendentes estarão com eles. E será que antes que clamem eu responderei; estando eles ainda falando, eu os ouvirei.

O lobo e o cordeiro se apascentarão juntos, e o leão comerá palha como o boi; e pó será a comida da serpente. Não farão mal nem dano algum em todo o meu santo monte," diz o Senhor. Isaías 65:18-25

A frase "pó será a comida da serpente" é reminiscente de Gêneses 3:14 e nos diz que de toda a criação, somente a serpente reterá os efeitos da maldição pronunciada sobre ela no jardim.

O contemporâneo de Isaías, Miquéias, adicionou mais alguns detalhes a esta descrição de ininterrupta paz e prosperidade

Mas assentar-se-á cada um debaixo da sua videira, e debaixo da sua figueira, e não haverá quem os espante, porque a boca do Senhor dos Exércitos o disse. Porque todos os povos (agora) andam, cada um em nome do seu deus; mas nós andaremos em nome do Senhor nosso Deus, para todo o sempre. (Miquéias 4:4-5. Eu inseri a palavra "agora" para lhe dar melhor entendimento da intenção de Miquéias)

Foi a referência do Senhor a Miquéias 4:4, a propósito, que fez Natanael exclamar em seu primeiro encontro com Ele, "Rabi, tu és o Filho de Deus; tu és o Rei de Israel" (João 1:47-49). De fato, Jesus havia dito que "vira" o Natanael aperfeiçoado no Milênio. Somente Deus poderia fazer tal coisa.

Paz Para o Seu Povo, Fúria Para os Seus Inimigos
Porque assim diz o SENHOR: "Eis que estenderei sobre ela a paz como um rio, e a glória dos gentios como um ribeiro que transborda; então mamareis, ao colo vos trarão, e sobre os joelhos vos afagarão. Como alguém a quem consola sua mãe, assim eu vos consolarei; e em Jerusalém vós sereis consolados.

E vós vereis e alegrar-se-á o vosso coração, e os vossos ossos reverdecerão como a erva tenra; então a mão do SENHOR será notória aos seus servos, e ele se indignará contra os seus inimigos.

Porque, eis que o SENHOR virá com fogo; e os seus carros como um torvelinho; para tornar a sua ira em furor, e a sua repreensão em chamas de fogo. Porque com fogo e com a sua espada entrará o SENHOR em juízo com toda a carne; e os mortos do SENHOR serão multiplicados. (Isaías 66:12-15)

Se você estiver comparando este estudo com as atuais tendências no Oriente Médio, perceberá que o plano do Senhor para Israel é o oposto do que o mundo está forçando. Isto porque o mundo foi iludido a adotar o plano de Satanás, que pede pela aniquilação de Israel. Será necessária a total medida da fúria de Deus para convencê-los de que estão do lado errado da questão. Segundo algusn cálculos, metade da população mundial pós-arrebatamento morrerá no processo.

"Porque, como os novos céus, e a nova terra, que hei de fazer, estarão diante da minha face," diz o SENHOR, "assim também há de estar a vossa posteridade e o vosso nome. E será que desde uma lua nova até à outra, e desde um sábado até ao outro, virá toda a carne a adorar perante mim," diz o SENHOR. "E sairão, e verão os cadáveres dos homens que prevaricaram contra mim; porque o seu verme nunca morrerá, nem o seu fogo se apagará; e serão um horror a toda a carne." (Isaías 66:22-24)

Em seu livro intitulado "Bases Bíblicas para Ciência Moderna", Henry Morris escreveu, "Quando a fêmea do verme da espécie escarlate estava pronta para dar à luz, ela conectava seu corpo ao tronco de uma árvore, fixando-se tão firme e permanentemente que ela jamais sairia novamente. Os ovos depositados sob o seu corpo estavam assim protegidos até que as larvas emergissem e estivessem prontas para entrar em seu próprio ciclo de vida."

QWuando a mãe morria, ela excretava um fluido vermelho que era usado para fazer a tintura carmesin usada nos tempos Bíblicos. Esta é uma poderosa ilustração do que o Senhor fez por nós. Ele se conectou à cruz e derramou seu sangue ali enquanto morria. Porque Ele morreu nós podemos nascer de novo e receber a vida eterna. É interessante que em Salmos 22:6 Davi citou o Senhor chamando a Si mesmo de verme e não de homem.

Talvez Isaías tivese isto em mente enquanto escrevia seus últimos versos. Se for assim, Ele estava dizendo que aqueles que se rebelam contra Deus o fazem não aceitando Sua morte como pagamento por seus pecados. O "verme" que eles escolhem, entretanto, não vai (não pode) morrer por eles e não há outra forma de eles nascerem de novo para escapar do fogo inestinguível. Eles estão fisicamente mortos, mas seus espíritos não foram liberados, então estão enjaulados em seus corpos mortos, tormentados pelo fogo. Pelas palavras, parece que as pessoas sobre a Terra durante o Milênio poderão observar o sofrimento dos não salvos em conexão com suas viagens para adorar o Senhor em Israel.

Não é de surpreender que aprendamos mais sobre o Milênio em Isaías do que no capítulo que João devotou a ele em Apocalipse. Esta não é chamada de Era do Reino de Israel por nada. Ela ocorre na Terra e é para Israel. E esta é outra boa razão para tirar a Igreja do planeta para a Nova Jerusalém. Desta forma cada um pode usufruir de seu próprio destino sem interferir com o outro.

Em João 14:1-3 aprendemos que o Senhor Jesus estava indo embora para preparar um lugar para nós, e que voltaria para nos levar para estar com Ele no Céu, onde Ele está. Em Ezequiel 43:7 aprendemos que Deus algum dia retornaria para Israel para viver entre seu povo escolhido na Terra, onde eles estão. Ambas as profecias são verdadeiras, deixando claro que a Igreja e Israel são entidades diferentes com diferentes origens e destinos diferentes. Dizer que uma substituiu a outra é negar a verdade óbvia das Escrituras. Minha oração final para você é que este estudo sobre os Tempos do Fim Segundo Isaías tenha resolvido isto além de toda dúvida. Você quase pode ouvir os passos do Messias. 04-04-09