O Apocalipse

"O Apocalipse" é um comentário atualizado sobre o Livro do Apocalipse. Nós o revisaremos de tempos em tempos para fornecer uma informação garantidamente atualizada. A atualização mais recente foi em 26-03-2007.

Apocalipse 1

Um Estudo Bíblico por Jack Kelley – www.gracethrufaith.com

Prólogo

REVELAÇÃO de Jesus Cristo, a qual Deus lhe deu, para mostrar aos seus servos as coisas que brevemente devem acontecer; e pelo seu anjo as enviou, e as notificou a João seu servo; O qual testificou da palavra de Deus, e do testemunho de Jesus Cristo, e de tudo o que tem visto. Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo. (Apo 1.1-3)

Era o ano 95 AD, mais de 60 anos desde que Jesus andou entre Seu povo. Jerusalém estava destruída, o Templo queimado, deixando os judeus derrotados. Paulo estava morto, decapitado em Roma cerca de 30 anos antes, Pedro havia sido crucificado lá por volta da mesma época. De todos os discípulos, somente João ainda estava vivo. Ele havia escrito seu evangelho 25 anos antes, suas três cartas 15 anos depois disso, e havia servido por um tempo como o Bispo da igreja em Éfeso, tendo se mudado para lá com Maria, a mãe do Senhor, por volta de 70 AD.

Não é que os romanos e os judeus houvessem deixado João em paz. A tradição diz que várias vezes eles tentaram matá-lo, até mesmo atirando-o vivo em caldeirão de óleo fervente, mas o Senhor não permitiu, cumprindo Sua promessa de João 21.22 (Respondendo à pergunta de Pedro sobre o que seria de João, Jesus disse: “Se eu quero que ele fique até que eu venha, que te importa a ti?”). Finalmente os romanos o haviam exilado em Patmos, uma colônia prisional fora da costa da moderna Turquia, pensando que o haviam ouvido pela última vez.

Mas o Senhor tinha outros planos, e apareceu pessoalmente a João, ordenando-lhe que escrevesse uma última carta e a enviasse a sete igrejas da Ásia Menor. Sendo um homem velho, no final de sua vida, João estava para assumir um de seus maiores desafios. Após escrever o Apocalipse, ele morreu de causas naturais por volta do ano 100 AD.

Por falar nisso, nossos amigos Preteristas tiveram que dar ao livro uma data anterior para dar credibilidade ao verso um, pois eles afirmam que ele se cumpriu no ano 70 AD, mas eles não precisavam se preocupar. Em primeiro lugar a data mais tardia está muito bem estabelecida, mas a palavra traduzida como logo ou brevemente na verdade significa rapidamente e denota a velocidade com a qual os eventos se desenrolarão assim que começarem, não a sua proximidade cronológica com os dias de João.

Leia mais...

Apocalipse 2 e 3 - Sete Cartas Para Sete Igrejas - Parte 1

Um Estudo Bíblico por Jack Kelley – www.gracethrufaith.com

De acordo com Apocalipse 1.1, o livro foi escrito para sete congregações na Ásia, atual Turquia. Por 2.000 anos os estudiosos têm imaginado porque uma mensagem tão importante seria enviada a essas sete igrejas, já que elas não eram as mais importantes nem mesmo em seus dias, quanto mais agora. É verdade, Éfeso era uma cidade líder de seu tempo, mas a igreja de lá era pequena e assim eram as outras. Por que o livro não foi escrito para a Igreja de Roma, por exemplo? Certamente o Senhor sabia que Roma seria a capital do Cristianismo por uma grande parte da história da igreja, o endereço perfeito para uma mensagem atemporal. Ou que tal Jerusalém, onde a Igreja nasceu.

A resposta está na descoberta de que as cartas dos capítulos 2 e 3 têm um propósito representativo, bem como específico. Elas podem na verdade ser lidas com quatro níveis de aplicação.

Leia mais...

Apocalipse 2 e 3 - Sete Cartas Para Sete Igrejas - Parte 2

Um Estudo Bíblico por Jack Kelley – www.gracethrufaith.com

Enquanto o Império Romano crescia em proeminência, Roma logo se transformou no centro do mundo para as práticas e tradições da religião pagã Babilônica. Pérgamo desapareceu lentamente de cena, mas o casamento misturado do Cristianismo e do Paganismo que começou lá produziu quatro filhas: os Católicos Romanos (Tiatira), os Protestantes da linha tradicional (Sardes), os Evangélicos incluindo os Pentecostais e Carismáticos (Filadélfia) e a Igreja Apóstata (Laodicéia). Todos estão vivos na terra hoje.

Leia mais...
Página 1 de 3