A Autoridade da Bíblia

Como sabemos que podemos levar a Bíblia a sério?

YESHUA NA TENACH

(O nome de Jesus no Antigo Testamento)

A chain holding a Menorah scene should appear here..

Por Arthur E. Glass

Ao lidar com os meus irmãos judeus durante os últimos vários anos no Canadá, nos Estados Unidos, na Argentina e no Uruguai, eu tinha uma grande dificuldade, e era esta: Meu povo judeu sempre me atirava essa pergunta difícil, "Se Jesus é o nosso Messias, e todo o Antigo Testamento é sobre ele, como é que o seu nome nunca é mencionado nele nem mesmo uma vez?"

Eu nunca pude respondê-la satisfatoriamente à sua maneira de pensar, e admito que muitas vezes me perguntava por que o Seu nome não estava realmente escrito na Bíblia antiga. Oh, sim, eu podia mostrar-lhes os Seus títulos divinos em Isaías 7:14, 9:6 e Jeremias 23:5,6, e até mesmo a palavra Messias em vários lugares, mas o nome hebraico que seria igual a Jesus, esse eu não podia mostrar. Então um dia o Espírito Santo me abriu os olhos, e eu simplesmente gritei. Lá estava o mesmo NOME, Jesus, encontrado no Antigo Testamento cerca de 100 vezes desde Gênesis até Habacuque! Sim, a palavra exata - o mesmo NOME - que o anjo Gabriel usou em Lucas 1:31 quando contou a Maria sobre o Filho que ela teria. "Onde podemos encontrar esse NOME?" você pergunta. Aqui está, amigo: Toda vez que o Antigo Testamento usa a palavra SALVAÇÃO (especialmente com o sufixo hebraico que significa "minha", "tua", ou "dele"), com muito poucas exceções (quando a palavra é impessoal), essa é a mesma palavra, YESHUA (Jesus), usada em Mateus 1:21. Lembremo-nos de que o anjo que falou com Maria e o anjo que falou com José em seu sonho não falava em português, latim, ou grego, mas em hebraico, e nem foram Maria e José lentos em compreender o significado e a expressividade do NOME desse Filho divino e a sua relação com o Seu caráter e Sua obra de salvação. Porque no Antigo Testamento, todos os grandes personagens têm nomes com um significado específico e expressivo.

Por exemplo, em Gênesis 5:29, Lameque chamou seu filho "Noé [Conforto], dizendo: Este nos consolará acerca de nossas obras e do trabalho de nossas mãos." Em Gênesis 10:25, Eber chama seu filho primogênito ", Peleg [divisão], porquanto em seus dias se repartiu a terra." O mesmo é verdadeiro de Abraão, Sara, Isaque, Jacó (alterado para Israel-Prince de Deus), e todos os filhos de Jacó (ver Gênesis 29-32). Em Êxodo 2:10, a filha de Faraó chamou o bebê resgatado do Nilo "Moisés [Retirado / Salvo], e disse: Porque das águas o tenho tirado." E assim podemos continuar e continuar mostrando a profunda expressividade dos nomes hebreus.

Agora, quando o anjo falou a José, esposo de Maria, mãe do nosso Senhor, foi isto o que ele realmente disse e o que José realmente entendeu: "E dará à luz um filho e chamarás o seu nome Jesus [YESHUA (SALVAÇÃO)]; porque ele salvará [ou resgatará] o seu povo dos seus pecados." (Mateus 1:21). Este texto impactou tão violentamente a minha alma logo depois que me converti, cerca de 24 anos atrás, que eu vi o plano inteiro do Antigo Testamento nesse NOME inefável e abençoado.

Então, vamos continuar a mostrar claramente o nome hebreu YESHUA
(Grego = Iesus: Português = Jesus) no Antigo Testamento.

Quando o grande patriarca Jacó estava pronto para partir deste mundo, pelo Espírito Santo ele estava abençoando seus filhos e profeticamente predizendo as suas experiências futuras naquelas bênçãos. No versículo 18 de Gênesis 49, ele exclama: "A tua salvação espero, ó Senhor!" O que ele realmente estava dizendo era: "O teu YESHUA (Jesus) eu estou aguardando, ó Senhor", ou "No teu YESHUA (Jesus) eu estou esperando (confiando), Senhor!" Isto faz muito mais sentido.

É claro que YESHUA (Jesus) era o único em quem Jacó confiava para levá-lo em segurança sobre as frias águas do rio da morte. Jacó era um homem salvo, e não esperou até a sua hora da morte para começar a confiar no Senhor. Ele apenas lembrou a Deus que estava ao mesmo tempo reconfortante sua própria alma.

Em Salmos 9:14, David explode, "e me alegre na tua salvação." O que ele realmente estava dizendo era: "Eu me alegrarei em (com) teu YESHUA (Jesus)".

Em Salmos 91:14-16 Deus diz: "Porquanto tão encarecidamente me amou, também eu o livrarei; pô-lo-ei em retiro alto [elevá-lo acima das circunstâncias], porque conheceu o meu nome. Ele me invocará, e eu lhe responderei; estarei com ele na angústia; dela o retirarei, e o glorificarei. Fartá-lo-ei com longura de dias [vida eterna], e lhe mostrarei a minha salvação [YESHUA (Jesus)]." É Claro. Essa promessa é realizada em Apocalipse 22:3,4: "E ali nunca mais haverá maldição contra alguém; e nela estará o trono de Deus e do Cordeiro, e os seus servos o servirão. E verão o SEU rosto..."

Em Isaías 12:2,3, temos uma coisa maravilhosa. Aqui a palavra SALVAÇÃO é mencionada três vezes. O leitor será muito abençoado ao ler estes versos gloriosos em sua Bíblia, mas deixe-me apresentá-los como eles realmente estão no original hebraico com Jesus como a encarnação ea personificação da palavra SALVAÇÃO: "Eis que poderoso (ou, Deus o Poderoso) é meu YESHUA (Jesus, em Sua existência pré-encarnação e eterna); eu confiarei e não temerei, pois JAH-JAHOVAH é a minha força e o meu cântico; Ele se tornou o meu YESHUA (Jesus)... E o VERBO (Jesus encarnado) se fez carne e habitou entre nós. (João 1:14). ... Portanto com alegria tirareis água das fontes da YESHUA [Jesus - águas de salvação fluindo do Gólgota]."

Algo muito interessante aconteceu numa primavera em St. Louis: eu estava visitando a casa de nossos amigos, irmão e Sra. Charles Siegelman, e outro judeu lá estava presente. Ele alegava ortodoxia judaica como seu credo. Claro que a conversa girou em torno dEle que é o centro de todas as coisas - Jesus. Esse bom irmão judeu contestou as alegações sobre Yeshua no Antigo Testamento, verbalmente e de forma amigável, mas violentamente. Sua melhor arma ofensiva, pensava ele, era atirar contra mim e contra todos nós ali o bem conhecido desafio: "Você não pode encontrar o nome 'Jesus' no Antigo Testamento", e isso ele fez.

Eu não lhe respondeu diretamente, mas pedi-lhe para traduzir para nós da minha Bíblia Hebraica, Isaías 62:11. Sendo um estudioso do hebraico, ele o fez com extrema facilidade, rápida e corretamente; e aqui está o que e como ele traduziu o texto na íntegra: "Eis que Jehovah fez ouvir até às extremidades da terra: Dizei à filha de Sião: Eis que teu YESHUA [Jesus] vem, eis que a Sua recompensa estará com Ele, e o Seu trabalho diante dEle." Só então ele corou ao perceber o que tinha feito e como havia sido um joguete em minhas mãos, e praticamente gritou, "Não, não! Você me fez ler 'teu YESHUA' (Jesus)], Sr. Glass! Você me enganou!" Eu disse: "Não, eu não te enganei, eu o fiz ler a Palavra de Deus por si mesmo. Você não consegue ver que aqui a SALVAÇÃO é uma Pessoa e não uma coisa ou um evento? ELE Vem, 'SUA recompensa está com ELE, e a Sua obra diante dele.' Então ele correu para o seu próprio Antigo Testamento, falando freneticamente e dizendo: "Eu tenho certeza que o meu é diferente do seu." E quando encontrou a passagem, ele caiu como um balão furado. Seu Antigo Testamento era, evidentemente, idêntico. Tudo o que ele pode usar para evitar admitir a derrota foi negar a inspiração divina do livro de Isaías.

Em seguida, pulando para Habacuque, temos a maior demonstração do NOME "Jesus" no Antigo Testamento, porque aqui nós temos tanto o nome como o título do Salvador. Em Hab. 3:13 lemos literalmente a partir do original: "foste adiante com a Yesha [variante de YESHUA-Jesus] do [ou para] teu povo, com YESHUA o teu MESSIAS [teu Ungido, ou seja, com Jesus teu Ungido] tu feriste o chefe da casa do ímpio [Satanás]." Aqui está! O mesmo NOME dado ao nosso Senhor no Novo Testamento - JESUS CRISTO! Então não deixe ninguém - judeu ou Gentio - dizer-lhe que o Nome JESUS não é encontrado no Antigo Testamento. E assim, quando o velho Simeão veio ao Templo, guiado pelo Espírito Santo, e tomou o bebê Yeshua em seus braços, disse: "Agora, Senhor, despedes em paz o teu servo, Segundo a tua palavra; pois já os meus olhos viram a tua salvação [YESHUA (Jesus)]" (Lucas 2:29-30). Certamente não só seus olhos viram a salvação de Deus - o YESHUA de Deus (Jesus) - mas ele O sentiu e O tocou. Seu coração crente bateu com alegria e certeza quando sentiu o coração amante de Deus pulsando no coração do santo o bebê YESHUA.

"E lhe porás o nome de Jesus (SALVAÇÃO = YESHUA): porque ele salvará [resgatará] o seu povo dos seus pecados!"

ISAÍAS 53
Isaiah 53 in Hebrew should appear here.

A Verdadeira Identidade de Jesus de Nazaré

Um Estudo Bíblico por Jack Kelley

De todos os chamados livros sagrados, somente a Bíblia autentica a si mesma. Ela o faz através de um método chamado de profecia preditiva e funciona assim. Somente Deus conhece o final desde o começo. Para nos ajudar a crer nEle, Ele contou ao Seu antigo povo coisas que ainda não haviam ocorrido. Então, quando elas aconteceram exatamente como Ele disse, os fez documentar tudo e preservar para as futuras gerações. Chamamos a esse documentário de Bíblia, cujos inúmeros relatos consistem em aproximadamente 40% de profecias preditivas, algumas já cumpridas, algumas ainda a se cumprirem.

Leia mais...