Dons Espirituais - Parte 2

(Antes de começar, talvez você queira revisar a parte um ). Depois de eu me assentar em bancos de igreja e cadeiras de coral por quase 40 anos, o Senhor decidiu que era hora de sermos apresentados formalmente. Ele preparou uma série de eventos para chamar minha atenção e então mudou o meu status de gentil freqüentador de igreja para Cristão Nascido de Novo.

Tenho um Presente para Você

Logo depois de uma parceira de negócios me apresentar a algumas amigas suas, todas membros de um Grupo de Mulheres Carismáticas, elas ficaram desapontadas porque eu não falava em línguas, mas acreditavam que eu começaria a fazê-lo enquanto crescia em minha fé. Minha principal preocupação era que com todo o tempo na igreja eu não conhecia nada sobre a Bíblia. Enquanto elas oravam para que eu recebesse o dom de línguas, eu orava para que o Senhor abrisse meus olhos e mente e derramasse Sua palavra dentro deles. Creio que Ele achou que minha oração ia mais ao ponto, porque quando comecei a ensinar as pessoas começaram a ouvir. Estava claro para todos que o Senhor me havia presenteado nesse departamento.

És Tu Senhor?

Essas queridas irmãs conseguiram que me indicassem como conselheiro de sua congregação local, apesar de eu ainda não poder alcançar o principal requisito para ser membro - línguas. Em uma primavera, cerca de 15 anos atrás, sua organização teve um encontro reginal em Salt Lake City, e elas me colocaram na agenda. Eu deveria falar sobre a forma como os casamentos Judeus espelham eventos da Segunda Vinda. Aparentemente o Senhor queria ouvir isso também, porque durante minha preleção Ele apareceu e aquela sala cheia de mulheres começou a chorar e se mexer em seus lugares para se ajoelhar ou deitar no chão. No final do meu discurso, todos os líderes na plataforma e muitas das mulheres na audiência estavam revirando seus olhos, muitos com suas faces sobre o chão. Não muito depois, foi-me dito que o grupo havia abandonado seu requisito de que os membros manifestem o dom de línguas.

Eu Tenho Outro Dom para Você

Em outra de suas reuniões, muitos anos depois, uma mulher com o dom de profecia falou sobre os Dons Espirituais. Enquanto arrematava seu ensino, ela começou a chamar as pessoas da platéia para informá-las de seus dons. Sendo o conselheiro aquele dia, eu fiquei no fundo da sala ouvindo. Minha primeira oração foi que ela não me chamasse. Eu era muito cético e não gostaria de embaraçá-la ou a mim. Mas enquanto o encontro progredia, minha oração silenciosa mudou para um desafio. "Senhor," eu disse, "se aquela mulher é legítima, que ela me chame e diga que eu tenho o dom da cura." Um por um os nomes eram chamados, pessoas eram apresentadas em oração e muitos eram "tomados em espírito" (eu sempre tive problema com essa). Finalmente ela chamou o meu nome. Enquanto orava por mim, ela disse que eu tinha o dom da cura, e o maior cético na sala desabou como um montão de tijolos.

Eu saí por aí orando pelos doentes e feridos. Eu fiz um estudo sobre dons espirituais e outro sobre cura. Francamente, algumas pessoas ficaram muito chateadas com isso e deixaram nosso ministério. Algumas pessoas por quem orei melhoraram e algumas não. Um homem com câncer de próstata ligou dois anos depois para dizer que havia sido curado em um de nossos cultos, mas um bebê mutilado no processo do parto nunca recuperou a consciência, e uma jovem mãe morreu de tumor cerebral depois de anos de oração fervorosa.

Não Faça Isso, Senhor

Um colega do ministério nos havia deixado durante esse tempo e causou bastante mau-cheiro. Nós não o víamos havia seis meses, mas em um domingo ele e sua família apareceram em um encontro conjunto com uma congregação co-irmã. Uma mulher que não era membro do grupo deles, mas havia assitido a cursos bíblicos em outra cidade, também estava lá. Ela se levantou durante nosso momento de oração e deu uma palavra de conhecimento que cortou aquele homem até o coração. Com sua família em lágrimas à sua volta, ele se levantou e pediu o perdão de Deus e dogrupo. Membro da congregação irmã ficaram furiosos e logo cortaram todas as relações conosco.

Eu Sou o Senhor Que Te Cura

Então, em uma manhã de domingo, uma mulher que visitava o nosso culto soltou um guincho e desabou em um ataque epiléptico. Um médico e um Técnico em Emergências Médicas ministraram a ela sem resultado. Alguem chamou a emergência. Eu pedi a todos que criam que o Senhor podia curá-la para se unirem a mim em oração por ela. Sua respiração havia parado e sua face estava ficando azulada, mas quando nos reunimos sobre ela e pedimos ao Senhor para trazer paz ao seu coração, ela se assentou repentinamente. Quando os paramédicos chegaram eles falaram com ela mas disseram que estava bem, então não a levaram ao hospital. Mais tarde ela me disse que sonhou exatamente com esses eventos antes, e sabia que o Senhor a havia curado. Contra o meu conselho, ela jogou fora os medicamentos e, quendo seus médico tentaram induzir um ataque durante um exame, eles foram incapazes de fazê-lo. Já se passaram vários anos e nada de ataques.

Então, eu acho que concordo com Paulo. O senhor selou o Espírito Santo dentro de mim no momento em que eu cri, determinou quais dons eu precisaria para fazer minha contribuição única ao corpo, e me investiu de acordo. De tempos em tempos, para Seu próprio propósito, Ele tambem fez o Espírito Santo "vir sobre mim" para realizar uma tarefa especial. Meu discurso sobre "A Noiva" e a cura de uma epiléptica são dois exemplos dramáticos entre muitos. Eu não oro mais pelo dom de línguas. Ele sugeriu que eu parasse de me lamentar a respeito dos dons que não tenho e focalizasse nos que tenho. Bom conselho.