"Nem Todo o Que Me Diz: Senhor, Senhor! Entrará No Reino Dos Céus"

Diversos artigos recentes e respostas a perguntas têm criado uma enxurrada de respostas, nem todas amigáveis. De longe a maior reação veio da minha opinião sobre o Derramamento de Cura na Flórida. Enquanto a maioria dos que responderam concorda comingo, uns poucos não concordam e me fizeram saber de forma bem clara. Eles disseram, de fato, que se eu não me cuidar Deus irá me esmagar como um inseto por criticar uma obra dEle.

Eu também obtive muito retorno sobre o meu artigo intitulado "O Que Deus Fez No Oitavo Dia?". Ali eu disse que as pessoas que continuam a trabalhar para ganhar ou manter sua salvação depois de aceitá-la como presente estão demonstrando que não entraram em seu Descanso Sabático. Isso significa que elas não creram realmente que Jesus as salvou completamente e que elas têm que terminar a obra que Ele disse com seu último fôlego já estar terminada. Isso significa que elas acreditam que a responsabilidadefinal por sua salvação repousa sobre nós e não sobre o sangue de Jesus, então somos, na verdade, salvos por alguma combinação de Sua Graça com nossas obras.

Isso perturbou algumas pessoas que cresceram em igrejas onde foram ensinadas que podemos perder nossa salvação deixando de viver o tipo correto de vida depois de sermos salvos. Conquanto muitos dos que escreveram agora creiam em OSAS, eles têm amigos que não acreditam e depois de lerem meu artigo ficaram imaginando se eu creio que seus amigos não estão salvos.

Acontece que o suporte para ambos os meus pontos de vista sobre esses dois diferentes assuntos pode ser encontrado na Bíblia. Está em Mateus 7, então vamos lá e vejamos o que o próprio Senhor tem a dizer sobre isso.

Pedir, Buscar e Bater
Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á. Porque, aquele que pede, recebe; e, o que busca, encontra; e, ao que bate, abrir-se-lhe-á.

E qual de entre vós é o homem que, pedindo-lhe pão o seu filho, lhe dará uma pedra? E, pedindo-lhe peixe, lhe dará uma serpente? Se vós, pois, sendo maus, sabeis dar boas coisas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará bens aos que lhe pedirem? Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-lho também vós, porque esta é a lei e os profetas. Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela; E porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem. (Mat. 7:7-14)

Esta é a grandiosa e incondicional promessa concernente ao dom gratuito da salvação e de uma vida satisfatória na terra. Se você pediu para ser salvo, está salvo. Se você buscar a salvação a achará. Quando você bater à porta do Reino, ela se abrirá. Esta promessa vem no final do Sermão do Monte. Nele o Senhor explicou a futilidade de tentar ganhar um lugar no Reino, dizendo que não é somente o nosso comportamento exterior que nos condena, mas os motivos que lhe dão energia. Raiva é igual a assassinato, lascívia é igual a adultério, e assim por diante (Mat. 5:21-28). Ele também disse para não temermos passar pela vida aqui. Se buscássemos primeiro o Seu Reino e Sua justiça tudo o mais nos seria dado também (Mat. 6:33). Agora nos é dito que tudo o que temos que fazer é pedir para receber essas coisas.

Para entender isso, Ele chamou Sua promessa de presente do Pai. Quando nossos filhos nos pedem boas coisas nós não damos coisas más no lugar. E quando damos presentes aos nossos filhos, não colocamos um fardo sobre eles no processo. Tampouco o nosso Pai faz isso conosco.

Você vê este ponto? A salvação é um presente, gratuito para quem pede. Nos daria Ele um presente e então imporia um conjunto de padrões de comportamento que se não seguidos resultariam em revogação? É claro que não.

A interpretação da porta estreita em Mat. 7:13-14 como se referindo a uma vida sacrifical cheia de faças e não faças é idéia do homem, não de Deus. Isso ajuda a entender que todos no caminho estão buscando salvação. O caminho largo com sua porta larga está cheio daqueles que seguem falsas religiões ou tentam merecer seu próprio caminho para a salvação. O caminho estreito com a porta estreita representa pedir ao Senhor para salvá-lo e então confiar em Sua obra completa em nosso favor. Se fosse viver uma vida sacrifical então a salvação viria através das obras e não da graça. Seria como pedir ao Senhor para livrá-lo das tribulações, somente para descobrir que ao invés Ele impôs um julgo ainda mais pesado sobre você.

Jesus disse, "Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei" (Mat 11:28). Ele estava falando sobre a obra de ganhar um lugar em Seu Reino e o julgo imposto pela Lei. O descanço que Ele oferece é o Descanso Sabático por toda a vida que vem quando pela fé aceitamos Sua obra em nosso favor como suficiente para nos salvar (Heb. 4:9). Se você ainda está trabalhando para ganhar ou manter a sua salvação, então você não entrou no Seu descanço. Você ainda está tentado salvar-se a si mesmo, e isso não pode ser feito.

Uma Árvore e Seus Frutos
Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores. Por seus frutos os conhecereis. Porventura colhem-se uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos? Assim, toda a árvore boa produz bons frutos, e toda a árvore má produz frutos maus. Não pode a árvore boa dar maus frutos; nem a árvore má dar frutos bons. Toda a árvore que não dá bom fruto corta-se e lança-se no fogo. Portanto, pelos seus frutos os conhecereis. (Mat. 7:15-20)

Por toda a história da Igreja existiram falsos mestres e falsos profetas. Moisés e Paulo nos deram dois padrões pelos quais determinar se um profeta ou um mestre é falso. Quanto aos profetas o Senhor fez Moisés dizer: "E, se disseres no teu coração: Como conhecerei a palavra que o Senhor não falou? Quando o profeta falar em nome do Senhor, e essa palavra não se cumprir, nem suceder assim; esta é palavra que o Senhor não falou; com soberba a falou aquele profeta; não tenhas temor dele" (Deut. 18:21-22)

Quanto ao ensino, é ainda mais fácil. Paulo comendou os Bereanos porque comparavam seus ensinos com as Escrituras para ver se estava dizendo a verdade (Atos 17:11).

Muitos mestres propulares dizem coisas que simplesmente não estão na Bíblia. Não estou falando sobre o caso de diferente interpretação. Estou falando de coisas que a Bíblia não somente não confirma mas na verdade fala o oposto. Por exemplo, muitos daqueles que ensinam sobre um grande reavivamento nos últimos dias também aderem à falsa doutrina da Teologia do Domínio, que sustenta que através de um reavivamento a Igreja se tornará muito poderosa e eventualmente converterá o mundo inteiro. 

Mas a Bíblia não diz tais coisas. Ela nos ensina que antes de chegar o fim haverá uma grande apostasia da verdade (2 Tes. 2:3) e que a única igreja verdadeira se tornará fraca e terá pouco poder (Apo 3:8). Ela diz que nos Últimos Dias alguns abandonarão a fé e seguirão espíritos enganosos e coisas ensinadas por demônios (1 Tim 4:1), e que as pessoas não mais se aliarão à sã doutrina. Ao contrário, para satisfazer seus próprios desejos, elas irão reunir mestres ao seu redor que dizem o que seus ouvidos querem ouvir (2 Tim. 4:3).

Quanto ao meu artigo sobre o reavivamento da Flórida, uma pessoa escreveu dizendo que eu deveria olhar além dos ensinamentos e focar nos milagres, mas em lugar algum das Escrituras nos é dito para julgar pelo que vemos. Ao contrário, nos é dito que o dia virá em que falsos sinais e falsos milagres parecerão tão reais que até mesmo os eleitos seriam enganados (2 Tes 2:9-10). Eu acho que através da assim chamada TV Cristã o mundo está sendo preparado para isso agora mesmo. Mas, por favor, lembre-se disto. Não são pregadores e evangelistas que nos curam. A cura sobrenatural acontece toda vez que a fé do crente cruza com a Promessa de Deus. Isso pode acontecer em qualquer lugar. Até mesmono meio de um circo que sustenta ser um reavivamento.

Outra pessoa disse que para cada passagem das Escrituras que eu possa citar mostrando que algumas dessas coisas são erradas, ele poderia citar 5 que provam que são certas. Mas a Bíblia é a Palavra de Deus e não diz uma coisa em um lugar e outra coisa diferente em outro. Ou a minha interpretação está certa ou então a dele. Não podemos anbos estar certos. Eu fico com a minha.

Outra disse, "Eu sei em meu coração que essas coisas são verdadeiras". Mas a Bíblia também diz que o coração humano é enganoso acima de todas as coisas e sem possibilidade de cura (Jer. 17:10). Alguns dos maiores cultos do mundo se tornaram assim dizendo às pessoas para seguirem seus corações.

Outros ainda me acusaram de colocar Deus em uma caixa e de tentar limitar Seu poder. Este é o menos meritório de todos os argumentos. Primeiro, as pessoas acusaram Isaías, Jeremias e outros da mesma coisa sempre que eles diziam coisas que as pessoas não gostavam (certamente não estou me comparando com eles, mas estou em boa companhia).

Mas a verdade é esta, Amós 3:7 diz que Deus Se coloca a Si mesmo em uma caixa. Ele prometeu que jamais faria qualquer coisa sem antes revelá-la através de Seus servos, os profetas. Ele não estava falando sobre a infidável corrente de pessoas correndo por aí hoje com palavras proféticas para todo o mundo. Ele estava falando sobre aqueles poucos que Ele havia chamado para o ofício de Profeta. O último desses foi o Senhor Jesus. Desde então tudo tem que se conformar com Seus ensinos. Se Jesus não ensinou, os escritores do Evangelho não registraram e os Apóstolos não praticaram, então não é Bíblico. Até mesmo o grande Paulo distinguiu a sua opinião da palavra do Senhor quando ensinava (1 Cor 7:12). Você não pode desculpar os enganos desses falsos mestres dizendo que Deus está fazendo uma coisa nova porque Deus não faz coisas novas. Se fizesse, nós não saberíamos em quem ou em que acreditar.

"Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas? E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade." (Mat. 7:21-23)

Aqui está, então, o fundo da questão. Quanto à salvação pessoal, algumas pessoas que acham que estão salvas descobrirão que não estão. Até aqueles que profetizaram e relizaram milagres no nome do Senhor descobrirão que falharam na única coisa que o Senhor exige de nós e sua obra será chamada de má, não importa quão boa ela pareça a nós. Antes que seja tarde demais, por favor, assegure-se de estar salvo. Está é uma coisa fácil de se fazer. Você somente tem que se fazer duas paerguntas: "Qual é a vontade do Pai" e "Eu a estou fazendo?" Leia João 6 para a resposta a ambas.

Disseram-lhe, pois: "Que faremos para executarmos as obras de Deus?"

Jesus respondeu, e disse-lhes: "A obra de Deus é esta: Que creiais naquele que ele enviou." (João 6:28-29)

Deus requer uma coisa de você, e esta é crer nAquele que Ele enviou. Nada mais é necessário e nada menos será suficiente. Eis a Sua vontade para você.

Porque eu desci do céu, não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou. E a vontade do Pai que me enviou é esta: Que nenhum de todos aqueles que me deu se perca, mas que o ressuscite no último dia. Porquanto a vontade daquele que me enviou é esta: Que todo aquele que vê o Filho, e crê nele, tenha a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia. (João 6:38-40)

Esta é a mais clara declaração em qualquer lugar da Bíblia. A vontade de Deus é que se você crer que a morte de Seu filho pagou o preço total por todos os seus pecados, você receba a vida eterna. Sua vontade é que Jesus nunca perca você não importa o que. Não há nada mais que você tenha que fazer, não há nada mais que você possa fazer.

Qualquer coisa que você faça para contribuir com o avanço do Reino depois de ser salvo tem que ser puramente por gratidão do seu coração por ter recebido o dom gratuito da salvação. No minuto em que começar a acreditar que a está ganhando ou protegendo por fazer boas obras você está em grave perigo porque está revelando sua verdadeira crença, que Jesus não fez tudo e que agora é sua responsabilidade manter-se salvo.

E quanto a reavivamento, um dia em breve o mundo todo seguirá o Anticristo porque acreditará que ele é Deus (Apo 13:3). Eles serão enganados porque ele será um cara estupendo, citará as ecrituras e realizará os mais maravilhosos feitos milagroso que você possa imaginar.

Ao seu lado haverá outro como ele. João diz que esse segundo cara terá dois chifres como um cordeiro, mas falará como o dragão (Apo 13:11). Chifres são símbolo de poder e o cordeiro simboliza o Senhor. Esse falso profeta parecerá ter o poder de Jesus mas suas palavras virão diretamente do diabo. Juntos, esses dois liderarão o maior reavivamento que o mundo já viu e o mundo inteiro será convertido (agora você sabe de onde vem a Teologia do Domínio). O mundo será enganado porque Deus terá trazido uma escassez de ouvir a palavra do Senhor removendo Sua Igreja (Amós 8:11). A verdade terá sido substituída por experiência e sentimentos.

João escreveu que o espírito do Anticristo já está no mundo. Ele falava sobre falsos mestres que saem da igreja mas a sua saída prova que eles jamais pertenceram a ela. Ele disse que este era um dos sinais de que estamos na última hora (1 João 2:18-19).

O Construtor Sábio e O Tolo
"Todo aquele, pois, que escuta estas minhas palavras, e as pratica, assemelhá-lo-ei ao homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha; E desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e não caiu, porque estava edificada sobre a rocha. E aquele que ouve estas minhas palavras, e não as cumpre, compará-lo-ei ao homem insensato, que edificou a sua casa sobre a areia; E desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e caiu, e foi grande a sua queda." (Mat. 7:24-27)

Esta, então, é a sua opção. Crer na palavra de Deus ou seguir seus sentimentos. Pessoas que não aceitam o fato de que Jesus fez tudo seguirão tentando em vão salvar-se a si mesmas. E como todos os outros antes dele, esse reavivamento desvanecerá e se houver algum acompanhamento, descobriremos que uma vez mais quase toda a semente terá caído sobre solo rochoso e muito pouca terá criado raízes (Mat 13:20-21). Mais e mais pessoas deixarão o movimento evangélico para lugares que não são tão dogmáticos e que pareçam mais energéticos e excitantes, e a verdadeira igreja se tornará menor e mais fraca. Uma vez que os Cristãos nominais tiverem saído em sua maioria, o Arrebatamento virá eo mundo será deixado a se cuidar sozinho enquanto nós na Igreja começamos a aventura de todas as eras. Descobriremos afinal que a Igreja nunca deveria ser compatível com este mundo. Ela foi pensada para o próximo. Como eu sei? A Bíblia me diz isso. Selah 14-06-08